Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Franscine Leão assume presidência do SIMEGO 15/03/2019
A médica  Franscine Leão Rodrigues Acar Pereira assumiu a presidência do Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO), na última terça-feira (12), após a renúncia de Pabline Marçal Pinheiro de Almeida que comandava a instituição desde junho de 2017. Antes de assumir a presidência do SIMEGO, Franscine Leão ocupava o cargo de secretária do Trabalho da entidade.

A médica  Franscine Leão Rodrigues Acar Pereira assumiu a presidência do Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO) na última terça-feira (12), após a renúncia de Pabline Marçal Pinheiro de Almeida que comandava a instituição desde junho de 2017. Antes de assumir a presidência do SIMEGO, Franscine Leão ocupava o cargo de secretária do Trabalho da entidade.

 

Pabline Marçal apresentou sua carta de renúncia para a diretoria da entidade sindical na qual afirmou não poder continuar à frente da instituição devido a motivos pessoais. “Infelizmente não poderei continuar como presidente do SIMEGO. Foi um período de experiências importantes e de grande aprendizado. Quero agradecer a todos que fizeram parte desta jornada. Tenho a certeza que o sindicato estará em ótimas mãos e que continuará lutando pela defesa da categoria médica. Desejo à Dra Franscine e toda a diretoria muito sucesso”, finalizou.

 

Franscine Leão destaca que assumir a presidência do SIMEGO é um dos desafios mais difíceis de toda a sua carreira. “Estamos vivendo um momento conturbado na realidade sindical e no mercado de trabalho médico. Precisamos fazer com que os profissionais compreendam que só conseguiremos evitar perdas de mais direitos trabalhistas e obter mais qualidade nas condições de trabalho e no atendimento aos pacientes, se fortalecermos as instituições. E quando falamos nas relações de trabalho, o SIMEGO é o legítimo representante da categoria em Goiás”, lembrou. 

 

A nova presidente salienta ainda que é preciso mobilização da categoria para que as conquistas aconteçam. “Muitas vezes os colegas chegam ao sindicato querendo soluções rápidas, mas não se dispõem a estarem juntos com o sindicato nos momentos decisivos. Estamos sempre à disposição para atender nossos filiados, mas precisamos do respaldo e participação de cada um para desenvolvermos nossas ações”, afiançou.

 

Compartilhe isso: