Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Médicos suspendem paralisação em Jataí 30/05/2019

Os médicos vinculados ao Hospital das Clínicas Dr. Serafim de Carvalho de Jataí-GO, suspenderam o movimento de paralisação dos atendimentos de serviços médicos que estava prevista para se iniciar a partir da zero hora desta sexta-feira (31). A decisão foi tomada durante Assembleia Geral Extraordinária Permanente (AGEP), convocada pelo Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO) e realizada no auditório da unidade hospitalar, na tarde desta quinta-feira (30).

 

No decorrer da realização da Assembleia, os médicos formaram uma comissão de negociação e se dirigiram para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Jataí, juntamente com os representantes do SIMEGO, com o objetivo de iniciar um diálogo com os gestores. A comissão foi recebida pelo secretário Municipal de Saúde, Dr. Luiz Carlos Bandeira. 

 

Durante a reunião, ficou decidido que o SIMEGO e um grupo de médicos de cada especialidade médica se reunirá com a SMS de Jataí para negociar diversas cláusulas contratuais, dentre elas, horário de trabalho, remuneração e demais condições gerais do contrato. 

 

Além disso, o órgão se comprometeu em fazer uma retratação na imprensa com relação a publicações equivocadas, apresentando valores de remuneração muito superiores aos percebidos pelos médicos do HC de Jataí, fato que gerou desconforto entre os profissionais. 

 

Com relação aos vencimentos dos médicos, ficou acordado que os profissionais continuarão recebendo os mesmos valores até o final da negociação entre o SIMEGO e a SMS de Jataí. Aqueles profissionais que tiveram cortes salariais de maneira indevida, serão ressarcidos. 

 

A presidente do SIMEGO, Franscine Leão, salienta que o movimento reivindicatório continua. “Após a abertura do canal de negociação com  a SMS de Jataí, os médicos deliberaram por suspender o movimento de paralisação que seria iniciado amanhã. Contudo, continuam unidos em um movimento para reivindicar seus direitos”, analisou. 

 

A assembleia continua aberta em caráter permanente, podendo ser reconvocada a qualquer momento.

Compartilhe isso: