Tele-Atendimento:
(62) 99631-6753
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Nota de repúdio do SIMEGO sobre as condições de trabalho dos médicos que atuam no CIAMS Novo Horizonte em Goiânia 16/09/2020

O Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás vem à público externar total repulsa as condutas omissivas dos gestores do Município de Goiânia, responsáveis pela saúde pública instituída na Capital do Estado de Goiás, especificamente com relação à administração do CIAMS Novo Horizonte.


O Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás vem à público externar total repulsa as condutas omissivas dos gestores do Município de Goiânia, responsáveis pela saúde pública instituída na Capital do Estado de Goiás, especificamente com relação à administração do CIAMS Novo Horizonte.

 

Existe clara negligência das autoridades municipais que insistem em não disponibilizar uma rede de atendimento eficaz aos usuários do Sistema Único de Saúde no serviço de saúde pública no Município de Goiânia, resultando na superlotação de pacientes no CIAMS Novo Horizonte e, com isso, têm ocorrido reclamações e agressões aos profissionais de saúde que lá atuam.

 

O CIAMS Novo Horizonte contempla a assistência à saúde de uma das regiões mais populosas da Capital, que não recebe investimentos mínimos necessários para melhoria de sua estrutura e funcionalidade e muito menos são disponibilizados médicos em número suficiente ao atendimento ao elevado número de pacientes e demais usuários do sistema que por lá passam. Some-se a isso, a falta de disponibilização de segurança nos ambientes de trabalho, verdadeiro estímulo à ocorrência de agressões e de crimes cometidos contra as pessoas, servidores da saúde e patrimônio público.

 

Apesar do dever de prestar a devida assistência aos usuários, há necessidade de que sejam garantidas boas e adequadas condições de trabalho aos médicos que atuam no CIAMS Novo Horizonte e, de consequência, seja assegurado o atendimento de qualidade que a população assistida merece.

 

Faz-se necessário que medidas imediatas e concretas sejam adotadas para proporcionar a melhoria dos atendimentos naquela Unidade de Saúde, inclusive com disponibilização de segurança no local.

 

Diante dos fatos rotineiramente noticiados pela imprensa goiana, os quais evidenciam inegável risco à saúde da população que necessita de atendimento no CIAMS Novo Horizonte, ante o inegável descaso e omissão perpetrado pelos gestores responsáveis pela saúde pública do Município de Goiânia, o Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás vem à público manifestar irrestrito apoio aos profissionais médicos que lá atuam de forma heroica e conclama a todos os segmentos da sociedade organizada, de representação da população assistida e do serviço público, que busquem assegurar as condições mínimas de atendimento ético e decente da população que procura por assistência médica naquela unidade de saúde, com a devida segurança naquele ambiente.

 

Goiânia, 16 de setembro de 2020.

 

 

Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás – SIMEGO

Franscine Leão – Presidente do SIMEGO

Compartilhe isso: